Prefeitura e ICC realizam primeira formação para profissionais do Infância Ideal

A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho e o Instituto Camargo Corrêa (ICC) realizaram esta semana a primeira capacitação dentro do Programa Infância Ideal, que possui três projetos no município voltados para crianças entre zero e seis anos. O primeiro deles a receber a formação foi o de Qualificação do Trabalho Infantil e Competências Familiares, batizado de Brincar é Viver. O objetivo é orientar os participantes no traçado de diagnóstico formativo e participativo do município para definir o que será priorizado no projeto.

A formação foi direcionada a profissionais agentes de saúde, presidentes de creches da rede conveniada e gestores de Centros Educacionais Infantis (CEI) e escolas municipais com educação infantil. Os profissionais tiveram a oportunidade discutir como será feita essa pesquisa territorial e contextualizar a proposta de diagnóstico. A abertura se deu nessa quarta-feira (24/08), no Auditório Padre Antônio Van der Velden (Escola Modelo de Pontezinha) com a participação da secretária de Educação, Gildineide Fialho, e da gerente de Atenção Básica, Elizabeth Santana. O encerramento foi nesta quinta-feira (25/08). A execução da formação ficou por conta do Instituto Avisalá – formação continuada de educadores.

“Não queremos que as unidades educacionais sejam depósitos de crianças, mas um espaço pedagógico com a participação da família e com cuidados na saúde”, explicou o coordenador de Saúde, Arte e Educação, Roberto Vieira. De acordo com ele, além do incentivo à brincadeira e à leitura, o projeto propõe os cuidados com a saúde através de práticas cotidianas como a boa higiene, a correta vacinação e a alimentação saudável. “É um processo de fortalecimento tanto dos profissionais quanto da família, que precisam ter um olhar diferenciado para o público infantil”, relatou a coordenadora de Educação infantil do município, Gildete Santos.

PROGRAMA INFÂNCIA IDEAL – Além do projeto de formação de educadores da rede de educação infantil, o programa contempla os projetos de Prevenção da Gravidez na Adolescência e Fortalecimento do Sistema de Garantias do Direito da Criança e do Adolescente. O grupo é formado por cerca de 210 profissionais de diversas áreas como saúde, educadores de creche e agentes do sistema de garantia de direito da criança e do adolescente (conselheiros tutelares, de Direito, ONGs, polícias Civil e Militar, Guarda Municipal, Ministério Público e Vara da Infância e da Juventude). Entre os parceiros locais também estão a Creche Casa de Maria, o Centro de Referência em Saúde do Adolescente e a Associação de Pais, Responsáveis, Amigos e Portadores de HIV do município do Cabo de Santo Agostinho (Ampare).

Texto: Aline Vieira Costa – Secom | Cabo de Santo Agostinho
Fotos: João Barbosa

2011-08-25T16:10:00+00:00