Dia de Santo Antônio é celebrado com missa no Cabo

A Paróquia de Santo Antônio encerrou nesta terça-feira (13/06), as comemorações da 396ª festa ao santo, que é padroeiro do Cabo do Santo Agostinho, com diversas celebrações. A programação começou às 5h com uma alvorada festiva, seguida da solene celebração eucarística presidida pelo arcebispo da arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido e encerrada com uma procissão que seguiu pelas principais ruas da cidade.

Na missa, Dom Fernando, destacou o “o poder do amor” e a caridade aos que mais necessitam. “ Santo Antônio foi um grande homem e pregador. Viveu 36 anos apenas, mas foi um defensor da fé e muito sensível com os pobres, tinha muito carinho pelos necessitados”, afirmou o arcebispo.

O prefeito do Cabo, Lula Cabral, esteve presente na missa em homenagem ao santo.   “É uma satisfação muito grande em poder estar aqui celebrando o padroeiro da nossa cidade”, disse.

Com tema “A exemplo de Santo Antônio, levemos a todos a luz do Evangelho”, a festividade durou 13 dias e contou com uma extensa programação. Nos dias da festa, que teve apoio da Prefeitura do Cabo, a comunidade católica participou de missas, procissões, orações e shows culturais.
No fim da celebração eucarística, houve a tradicional distribuição dos e bênçãos dos pãezinhos. A prática é relacionada a ligação do santo com a caridade.

Participaram da celebração os deputados estaduais, Everaldo Cabral e Terezinha Nunes, o presidente do Sindlojas do Cabo, Edivaldo Guilherme, além de vereadores, secretários e servidores municipais.

SANTO ANTÔNIO –  O santo é conhecido por ser o “Santo Casamenteiro”. Natural de Lisboa, Santo Antônio nasceu no século XII, em 1195, e foi batizado sob o nome de Fernando. Sua vida breve, encerrada aos 36 anos, foi de milagres e conversão de pagãos.

Texto: Amanda Falcão/ Secom

Fotos:João Barbosa e Léo Domingos
Áudio :Tonny Silva
Ouça a matéria
2018-06-15T08:53:58+00:00