Começou nesta segunda-feira (12/03) as aulas do Núcleo de Línguas do Cabo. O objetivo é dar mais oportunidade aos alunos e a sociedade civil para aprendizagem de um novo idioma, seja inglês, espanhol ou libras. O curso tem duração de dois anos, podendo ser renovado a cada seis meses.

Os estudantes contarão com fardamento e material didático. Na Secretaria de Educação, no Centro, as aulas são para os servidores municipais. Leonardo Domingos, fotógrafo, sempre quis aprender mais sobre outro idioma. “Agora o governo municipal dá esse auxílio, que é muito importante para o nosso crescimento pessoal e profissional também”, comentou.

Mais cinco escolas estão servindo como polos. São elas: Marivaldo Burégio de Lima (Centro); Maria Thamar Leite da Fonseca (Gaibu); Centro Cultural Mestre Dié (Ponte dos Carvalhos); Antônio Benedito da Rocha (Garapu) e Padre Antônio Melo da Costa (Charneca).

Na escola-modelo Antônio Benedito da Rocha, em Garapu, os alunos estão aprendendo a língua espanhola. A aluna Heloíza Ester, de 13 anos, entende que é necessário saber outro idioma. “Quero entrar no mercado de trabalho preparada e estou aproveitando a oportunidade agora”, disse.

PROJETO – O projeto é pioneiro no município. De acordo com reforma do ensino médio, do Governo Federal, apenas o ensino do inglês é obrigatório nas escolas, para alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental 2. Com a iniciativa, os outros idiomas não serão extinguidos.

Ouça a matéria

Texto: Ákila Soares – Secom/Cabo
Áudio: Uanderson Melo
Fotos: João Barbosa e Pedro Batista