Nos últimos dias, foram divulgados nas redes sociais e WhatsApp notícias sobre implantes dentários e aparelhos ortodônticos, disponibilizados através do “site oficial” do Projeto Brasil Sorridente. Tal mensagem, afirma que moradores do Cabo de Santo Agostinho podem realizar inscrições e usufruir de diversos serviços dentários gratuitos, o que não corresponde à verdade. A Secretaria Municipal de Saúde, alerta que esta mensagem trata-se de uma fake news e que o BRASIL SORRIDENTE é um Programa do Governo Federal voltado à Atenção da Saúde Bucal, no Brasil.

O Programa visa garantir ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal da população e reúne uma série de benefícios para ampliação do acesso ao tratamento odontológico gratuito, por meio do Sistema Único de Saúde ( SUS). O município dispõe de serviços de restauração, periodontia, exodontia, atendimento clínico para crianças e adultos, disponibilizados nas Unidades de Saúde da Família (USF) e Policlínicas. Para casos de maior complexidade, os pacientes são encaminhados para os Centros de Especialidades Odontológicas – CEO, e recebem tratamentos de canal; periodontia (cirurgia), buco maxilar; odontologia pediátrica; atendimentos a pacientes especiais e disfunções temporomandibular.

Segundo o Ministério da Saúde, a “notícia” que foi divulgada trata-se de um site falso, que funciona para roubar informações dos cadastrados. A Secretaria de Saúde explica que para ser atendido pelo Programa Brasil Sorridente não é necessário envio de informações pessoais. O Sistema Único de Saúde (SUS) é gratuito e universal. Toda a população cabense em tem direito à assistência em saúde bucal, portanto não é necessário fazer cadastro por telefone, por aplicativo ou link enviado por Whatsapp e não há pré-requisitos para atendimento no Programa. De acordo com a coordenadora de Saúde Bucal, Elizabeth Santana, o município não disponibiliza implantes dentários. “ A população tem acesso a todo tratamento odontológico e não é necessário realizar inscrições. O paciente deve comparecer a Unidades de Saúde da Família (USF’s) com o cartão do SUS e agendar o atendimento para serviços básicos e especialistas”, destacou.

As notícias falsas espalhadas nas redes sociais e no WhatsApp têm objetivo confundir à população. Caso receba essa solicitação de cadastro, não forneça seus dados e procure denunciar às autoridades competentes. Para saber mais sobre o Programa Brasil Sorridente, acesse o site oficial do Ministério da Saúde ou busque atendimento em toda rede pública do Cabo de Santo Agostinho.

Texto: Natália Andrade/ Estagiária Secom