Pacientes do Centro de Atenção Psicossocial, Álcool e Drogas (CAPS AD) receberam na manhã desta quinta-feira (07/02), ação realizada pela equipe da Coordenação de Saúde Bucal da Secretaria de Saúde, direcionada aos cuidados com a higiene bucal . Uma  palestra foi ministrada para os usuários sobre técnicas de escovação, avaliações individuais e encaminhamentos em diversas áreas da odontologia.

O uso do cigarro, crack e outras substâncias são provocadores de doenças bucais e aumentam a necessidade de cuidados gerais com pacientes de forma humanizada. “Foram avaliados hoje pacientes e familiares que são acompanhados nesta unidade. Essas atividades contribuem com a autoestima e adesão do paciente no tratamento, evitando assim recaídas”, disse a assistente social residente, Natália Fragoso. Usuária do serviço desde 2009, Márcia Gomes, aproveitou o atendimento recebido no local. “ Estou muito feliz em poder cuidar do sorriso e melhorar minha autoestima”, concluiu.

Segundo Sueli Carneiro Leão, coordenadora de Saúde bucal do município, a iniciativa busca avaliar os pacientes e direcioná-los às Unidades de Saúde da Família ou Centros de Referências que oferecem os serviços odontológicos. “ É importante identificar quais problemas esses usuários apresentam para, assim, encaminhá-los para tratamentos especializados. Assim como estes pacientes, os demais usuários atendidos em outras unidades também irão receber a nossa visita”, disse.  O CAPS Infantil e o novo Ambulatório de Saúde Mental serão os próximos locais a receber a visita odontológica.
O CAPS realiza atendimentos diários, com assistência clínica, grupos terapêuticos e reabilitação psicossocial de usuários com transtornos mentais decorrentes do uso de álcool e drogas. O serviço de saúde é aberto ao público e funciona com demanda espontânea ou pacientes encaminhados pelas unidades de saúde mais próximas, de segunda  à sexta-feira, das 8h às 17h. O local atende 50 usuários diariamente e possui uma estrutura física com refeitório, banheiros, salas de atendimento da equipe de saúde e de terapia de grupo, adequadas ao atendimento deste quantitativo.

Texto: Natália Andrade/Estagiária Secom
Foto: Gilberto Crispim