Não é de hoje que os alunos do município vêm ganhando notoriedade em competições nacionais e internacionais. Desta vez, a equipe de professores orientadores e 45 alunos da Escola Doutor Marivaldo Burégio de Lima e do Núcleo de Estudos Avançados e Científicos – Neac, receberam a certificação (premiação) da Universidad de Buenos Aires, no  “Proyecto Eratóstenes”.  A equipe se destacou na atividade prática e teórica o cálculo do raio da Terra. Escolas de 40 países participaram do Proyecto Eratóstenes e 250 receberam a certificação da universidade argentina, entre elas duas instituições de ensino municipal do Cabo de Santo Agostinho.

As ações aconteceram de 11 a 22 de setembro de 2018, que tiveram como descrição a observação do sol a cada cinco minutos, a partir do meio dia. A demanda do cálculo do raio terrestre é realizada pela medição do comprimento dos gnômons sombras, após a aferição, os alunos debateram as observações entre a equipe com acompanhamento de um professor.

Para o professor orientador Marcus Vinícius da Silva, os alunos foram bastante aguerridos e o recebimento do certificado de forma inédita premiou os trabalhos realizados com muito esforço. “Recebi com alegria e emoção a notícia da nossa vitória. Começamos 2019 da melhor forma, já que o projeto era um sonho e vínhamos preparando os alunos”, contou.

O Projeto Eratóstenes recebe o nome de um grande matemático da Grécia Antiga. Por volta de 220 A.C, Eratóstenes de Cirene ficou conhecido por calcular a circunferência da Terra. E, o projeto é uma proposta idealizada pelo Departamento de Física da Faculdade de Ciências Naturais da Universidad de Buenos Aires – Argentina.

 

Texto: Luana Oliveira

Foto: Divulgação