Através da   parceria firmada entre a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho e o Governo do Estado, catadores de materiais recicláveis do município, receberam na manhã desta terça-feira (19/03), no Auditório Luiz Alves Lacerda, da escola modelo de Garapu, os certificados de conclusão do curso de qualificação e aperfeiçoamento e kits de EPI’s. O benefício faz parte do Projeto Rescate, que destina recursos do Governo Federal para estimular abertura de cooperativas e oportunidades de empreendedorismo, além de incentivar o uso dos equipamentos de proteção individual para proporcionar mais higiene, saúde e segurança aos profissionais.

O Projeto Rescate realiza palestras e distribuição de equipamento para o funcionamento de cooperativas participantes e cursos de qualificação com duração de 80 horas para catadores, promovendo o resgate da cidadania e autoestima das centenas de trabalhadores que saem às ruas do município em busca de coletar materiais recicláveis descartados pela população e que asseguram o sustento da família. As ações buscam aumentar as condições de inserção social entre os profissionais e, entregar kit’s de uso diário composto por fardas, luvas, máscaras, óculos e capas.

Após a entrega dos certificados, a catadora Jane Cleide da Cruz falou sobre a importância do projeto. “ Trabalho nas ruas há mais de 30 anos e, sei das dificuldades. O momento é de conquista, estamos dando mais um passo na luta pelo reconhecimento e melhores condições de trabalho para nós catadores”, disse.  O município conta com uma cooperativa e centenas de trabalhadores informais que circulam pela cidade e, para esse público, o projeto destaca os benefícios da formalidade e empreendedorismo.

 

Texto: Natália Andrade/ Estagiária Secom

Foto; João Barbosa