O público foi chegando aos poucos na Praça 9 de Julho para assistir ao primeio dia de show em comemoração aos 142 anos do Cabo de Santo Agostinho, na noite dessa segunda-feira (8/07). Duas horas depois, já era difícil ver o chão da praça. Andreza Vieira, Dom Ferraz e Rogério Som , artistas anfitriões da festa, comandaram a onda de energia que se formou no maior espaço aberto de eventos do Cabo.

A essa altura, só se via mãos para cima e um público estimado de 60 mil pessoas que explodiu em gritos quando a cantora Márcia Fellipe, entrou no palco. Foram quase duas horas de agitação. Um coro que demostrou o quanto a cantora é querida pelo público cabense. “Eu só tenho a agradecer a Deus. Desejo a todos vocês do Cabo de Santo Agostinho, cidade que completa 142 anos, muita saúde”, disse a cantora, que também fez aniversário nessa segunda-feira. Márcia Fellipe cantou sucessos de sua carreira como “Quem me Dera” e “Foto não Mente” e, lembrando o cantor Gabriel Diniz, cantou “Jenifer”.

“Estamos celebrando hoje, acima de tudo, grandes conquistas”, disse o prefeito em exercício Keko do Armazém. Ele falou da importância econômica e política do município e dos avanços sociais, de infraestrutura e equilíbrio fiscal realizados nos últimos dois anos. “O que mais desejamos é resgatar o orgulho do povo cabense”, disse Keko.
Já passava da meia-noite quando Jonas Esticado entrou. A simpatia, marca do cantor, mostrou porque ele é considerado uma revelação no palco e fora dele. “Não era pra eu te amar”, “Espera até segunda”, “Com amor não se brinca” foram alguns dos seus sucessos dividos com a multidão. “Vamos lá gente, vou cantar uma música nova e vocês repetem…” disse Jonas. Foi aí que o cantor se surpreendeu com as 60 mil vozes cantando “Meu coração pegou ar”… “Vocês já sabem!”, disse Jonas Esticado, emocionado.

 

Texto: Ana Cristina Lima

Fotos: Léo Domingos , Gilberto Crispim e Pedro Batista